Rádio Aliança

noticias / Policial

Dupla que participou de assalto a banco em SC é morta em confronto com a Polícia Civil no RS

Segunda-feira, 06 de março de 2017

Dupla que participou de assalto a banco em SC é morta em confronto com a Polícia Civil no RS

Dupla que participou de assalto a banco em SC é morta em confronto com a Polícia Civil no RS
Dois suspeitos de integrarem a quadrilha que assaltou uma agência bancária em São João Batista em 11 de fevereiro deste ano foram mortos em confronto com as Diretorias Estaduais de Investigação Criminal de Santa Catarina (Deic/SC) e do Rio Grande do Sul (Deic/RS) na madrugada desta sexta-feira em Taquara, na região metropolitana de Porto Alegre. As equipes foram até o local para cumprir os mandados de prisão quando houve a troca de tiros.

Jonas Natálio Bueno Correa, conhecido como Cabelo, e Vades Adani Milani, conhecido como Dani, era comparsas, segundo a polícia, dos outros três homens mortos na ação do dia 11 de fevereiro. Dois suspeitos foram presos naquele dia, um ficou ferido e, no dia 16 deste, mês as polícias Civil catarinense e gaúcha prenderam outro integrante do bando em Novo Hamburgo (RS). 

Segundo a Polícia Civil, os dois mortos desta sexta estavam foragidos e tinham prisão preventiva decretada. Os ladrões eram considerados perigosos e integravam o grupo que assaltou neste ano dois bancos e uma praça de pedágio no Rio Grande do Sul.

A Polícia Civil catarinense divulgou nesta tarde que os dois mortos eram os líderes da quadrilha que agiu em São João Batista e trocou tiros com a Deic. Os investigados, de 27 e 37 anos, naturais de Seberi/RS e São Luiz Gonzaga/RS, arquitetaram o roubo em São João Batista/SC, conseguiram fugir e abandonaram um veículo em Sombrio, no Sul do Estado, com diversas armas de grosso calibre e explosivos utilizados nos crimes.

De acordo com o delegado Raphael Werling, da Deic, a captura dos líderes era uma questão de honra para a Polícia Civil catarinense. Além deles, outros autores já foram identificados e as diligências continuam no sentido de prendê-los, informou a Polícia Civil.

No assalto em São João Batista, dois policiais civis ficaram feridos, entre eles o delegado Anselmo Cruz, responsável pela operação que frustrou o ataque. O episódio ainda rendeu uma discussão entre as polícias Civil e Militar de SC por conta da reclamação do comandante militar da cidade onde ocorre o roubo. Ele afirmou que não foi avisado da ação, o que poderia ter resultado em policiais feridos por engano em caso de intervenção da PM.

Papanduva Notícias
 


Apoiadores

Hiperfarma Farmácia Popular Itavel

contato: 55 47 3652-1891 - contato@aliancafm879.com.br

Copyright 2008 - 2017 RÁDIO ALIANÇA FM 87,9 - Desenvolvido por HIRTH Soluçães Web.

Siga-nos
Siga-nos no Twitter Siga-nos no Facebook Siga-nos no Orkut Assine noss RSS