Rádio Aliança

noticias / Regional

Gás de xisto pode alavancar economia do Planalto Norte

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Gás de xisto pode alavancar economia do Planalto Norte

Gás de xisto pode alavancar economia do Planalto Norte  Com jazidas identificadas há anos pela Petrobras, a formação Irati, que fica na margem esquerda da BR-116, compreendendo toda a extensão de Curitiba a Monte Castelo, está prestes a ser explorada. Calcula-se em dois milhões de barris de xisto betuminoso a reserva existente no subsolo, numa extensão que atravessa o Estado de Santa Catarina e chega ao Rio Grande do Sul.
Provável polo nacional de xisto

A Irati Energia, primeira empreitada no Brasil da gigante canadense Forbes & Manhattan, foi criada em 2011 para explorar o xisto da região. A Forbes & Manhattan é sediada em Belo Horizonte (MG), mas a Irati tem escritório em Curitiba (PR). O grupo projeta ultrapassar a Petrosix, subsidiária da Petrobras que é dona de reserva de 700 mil barris em São Mateus do Sul (PR), onde produz 7,8 mil barris por dia. A Irati projeta a produção diária de 25 mil barris de óleo de xisto.
A Irati Energia é detentora de jazidas de xisto com potencial superior a dois bilhões de barris de óleo. Esta produção supriria a demanda por mais de 30 anos com xisto proveniente de suas cinco minas.
Com projeto embasado em extensas pesquisas prévias, a empresa pretende produzir 25 mil barris de petróleo por dia, somente na sua primeira instalação, com oito retortas (reatores). Além disso, o grande potencial das reservas permite ampliações futuras para produzir volumes de óleo ainda maiores.
No local do projeto a infraestrutura já existe: rodovias federais, ramal ferroviário, linhas de energia elétrica, portos próximos, bem como uma ampla rede de distribuidores independentes de óleo combustível. Contribui ainda para o cenário o fato de que a comprovada grande jazida de xisto da Irati dispõe hoje de um mercado local onde alcança preços superiores ao do mercado mundial de petróleo.
Entre a captação de recursos e o início das operações, a empresa calcula que o processo leve pelo menos cinco anos.
O óleo de xisto serve como substituto para o petróleo convencional. O xisto betuminoso ganha uma atenção especial como uma potencial fonte abundante de óleo sempre que o preço do petróleo sobe.
Discrição

Com receio de criar falsas expectativas, a Irati Energia tem sido discreta sobre o assunto. Entretanto, um vídeo institucional publicado no Youtube dá detalhes do projeto, mostrando, inclusive, que está em estágio bastante adiantado. A empresa já adquiriu uma propriedade de 520 km² em Papanduva e recebeu alvará do governo para estudos em uma área de 2.180 km². A prefeitura de Papanduva cedeu parte do terreno, no qual foi instalada no começo deste ano uma sonda para retirar material do subsolo.
A relutância em falar sobre o investimento, tanto por parte da empresa quanto por parte da prefeitura de Papanduva, vem da especulação imobiliária e do alvoroço que pode causar na população, especialmente entre moradores que serão indenizados para autorizar a extração. No Brasil, compra-se o solo, mas o que há no subsolo pertence à União. Quando não há consenso entre interessado e proprietário, a discussão de valores geralmente vai parar na Justiça.

Portal de Canoinhas



Apoiadores

Hiperfarma Farmácia Popular Itavel

contato: 55 47 3652-1891 - contato@aliancafm879.com.br

Copyright 2008 - 2019 RÁDIO ALIANÇA FM 87,9 - Desenvolvido por HIRTH Soluçães Web.

Siga-nos
Siga-nos no Twitter Siga-nos no Facebook Siga-nos no Orkut Assine noss RSS